Chacundum é um blog em dolby-stérico de Cláudio Reston, designer-músico e sócio da Visorama Diversões Eletrônicas.

13 de abr de 2002

12 de abr de 2002

Querem Kraftwerk, querem?

Maravilhoso. O site oficial é bacana, mas é conceitual demais, não tem material histórico da banda. Esse daí tem fotos e discografia, além de uma sensacional seção de posters (atentem para o primeiro que aparece).

Agora, se você está afim de uns videos sagazes da banda, seu lugar é aqui.

O Kraftwerk esteve no Brasil no Free Jazz de 98, se não me falha a memória. E foi simplesmente um dos melhores shows de música eletrônica (a verdadeira) que eu já vi em minha vida. Baile funk total.

11 de abr de 2002

Se liga no showzão de sábado:

"por falar no ed, ele estará sábado (13) no ballroom como convidado especial no show do masters of groove e léo gandelman.

o masters of groove é simplesmente a banda do baterista bernard "pretty" purdie que representa para o soul/funk a mesma coisa que keith moon para o rock'n'roll. bernard é o som de bateria em centenas de músicas que você já ouviu. tipo, o melhor de aretha franklin e james brown. tá bom? (...) ah, eu também estarei no ballroom tocando uns disquinhos antes e depois da "aula".

Dica de quem? Mestre MauVal, é claro.
Yomar Augusto manda avisar:

Estão abertas as inscrições para o curso "Caligrafia Experimental", com o designer Yomar Augusto, cujos trabalhos foram mostrados na exposição "Primeiro próposito de uma identificação", realizada em fevereiro na livraria da 2AB. O curso se compõe de workshops com experimentações em caligrafia, tipografia, colagem, fotografia e pintura. Estão previstas ainda discussões e projeções de filmes e slides. Os trabalhos realizados durante o curso serão expostos na galeria da Univercidade, na Lagoa, de 23 de maio a 5 de julho. Serão fornecidos certificados. (...)

Inscricoes: IAV - Instituto de Artes Visuais, Unidade Ipanema - Av. Epitacio pessoa 1664 sala 203, fone (21)2287.8941.

Yomar é sangue bão e tem um trabalho duca, tenso e visceral. Para os amantes da caligrafia é um prato cheio.
Se eu fizesse uma lista com as 5 invenções da vida moderna que eu mais odeio, com certeza o telefone estaria no topo, com larga margem de diferença.

Não gosto de conversar no telefone, de ficar jogando conversa fora, divagando sobre a vida ou querendo saber novidades. Falo apenas o necessario, mesmo com pessoas que não vejo há milênios.

Se algum dia você me ligar e eu for meio frio, não é por grosseria não, te juro. É apenas falta de saco pra esse maldito aparelhinho. :)

10 de abr de 2002

Eu prometi a mim mesmo que não ia mais comentar o caso, mas não resisto.

Tem uma coisa que me chama a atenção nessa estória Felipão x Romário: se ele realmente não quer convoca-lo, por que ainda não falou diretamente "não adianta, o Romário não vai jogar na seleção e estamos conversados" ? Estranho, não?

E o que é pior: suas declarações são tão dúbias, que corre o risco de estar certo de que vai chama-lo há séculos e estar fazendo todos nós de otários esse tempo todo. Vai convocar e dizer "ué, mas eu sempre disse que eu não precisava testa-lo, quem começou com essa estória de que eu não o convocaria foram vocês!".

Lembro mais uma vez: em momento algum (pelo menos até agora) ele disse que Romário está fora. E convenhamos: não seria nem um pouco interessante pra ele, se realmente não quisesse que o craque jogasse, dar continuidade a essa estória chata. Seria muito mais fácil colocar um ponto final logo no início. Sei lá... pra mim, aí tem.

E digo mais: se isso rolar, será uma tacada de mestre, pois vai rir da cara de milhões de brasileiros - incluindo nosso presidente -, que numa absoluta falta do que fazer, ficam pitacando o trabalho do cara. E ainda vai sair como herói dessa estória toda.

É só a minha teoria. Pode estar furadíssima, mas enfim...
Vixe, a Maricota tá famosa mesmo, saiu até no Globo.
Eu quero!

Pena que os vacilões não incluiram Operação Dragão, filme de luta mais sensacional de todos os tempos. Marcaram.
Após o estrondoso sucesso de nosso primeiro produto, fomos além. E foi pensando em você, consumidor, que Mario A.V. Ltda. - a mais nova empresa das Organizações Barrabás - lança mais um produto de sucesso!

Não é um heavy user? Não liga a TV no domingo por mais de uma hora? Tava apenas trocando de canal e deu uma olhadinha no Big Brother Brasil? Está tentando se livrar do vício de forma menos traumática? Então o seu produto é Merda Light! Coma Merda Light e tenha uma vida mais saudável!

Organizações Barrabás: o povo pede, a gente faz.
Dani Mota, amiga dos tempos de Gaza mandou bem:

"Meu lema é: enriquecer ou enhippiecer! Ser pobre na cidade não tem graça nenhuma, já no campo pelo menos me restam o mato, o sol, a lua e a cachoeira.".

9 de abr de 2002

Se o poder de fogo da máquina fizesse o designer, Hans Donner seria Neville Brody.

8 de abr de 2002

Dica de gordo da semana, para quem mora no Rio: brownie do Melt.

É de fazer qualquer chocólatra / doçólatra suspirar de emoção (bem como eu fiz, inclusive). A calda é meio amarga, quente e espessa (por favor, sem trocadilhos), o brownie tem castanha do pará, um gosto meio neutro e temperatura ambiente, e o sorvete é docinho e gelado, sem ser enjoativo.

Meu amigo... é de se comer rezando.
Um dia ainda vou fazer o meu grande manifesto sobre house music.

Não, eu não gosto. Acho uma merda. Não gosto de música que não evolui, sem dinâmica, sem pontos de acentuação.

E por favor, nem tente me convencer que é bom. Não é. E estamos conversados.

7 de abr de 2002

Eu não conheço o filme, eu não vi o filme, mas o filme parece ser bom.
Um amiguinho de dez anos do irmãozinho da Mari pergunta:

"Tio, quem foi o marginal do Tietê?"

Genial.
Na boa, brasileiro come merda, mas uma breve assistida em Temptation Island só me leva a crer que americano, não somente é o maior consumidor do produto, como é o povo mais bebelol que existe.

Arquivo do blog