Chacundum é um blog em dolby-stérico de Cláudio Reston, designer-músico e sócio da Visorama Diversões Eletrônicas.

10 de jan de 2003

Engraçado... andei recebendo nos últimos dias, de mais de uma pessoa, um email que circula pela internet há algum tempo, sobre o assassino do índio Pataxó ter se tornado funcionário público federal.

Bom... essa estoria nada mais é que um dos famosos hoaxes que circulam pela rede.

A verdade é que o fato narrado no email nos causa tanta repulsa, que nossa primeira reação é querer divulgá-lo, indignado. Mas não foi nada disso o que aconteceu e o desmascaro dessa falsa corrente pode ser lido aqui e aqui.

Tudo bem, eu já me perguntei "e se esse desmascaro também for um boato, e o email estiver dizendo a verdade?". Bom, o lance é que eu procurei em vários jornais (inclusive no Correio Brasiliense, que é citado no tal email) e nada encontrei sobre o assunto. Assim sendo, só posso crer que não passa de um grande caô, armado por alguém cheio de tempo ocioso nessa vida.
Tiagones pediu pra divulgar:

Achei isso aqui hoje na capa do Terra. Crie uma fonte a partir de sua própria caligrafia.

O campeão mundial de Fontographer Animaxx explica o processo em linhas gerais, mas é legal para quem desconhece o assunto. E mais legal ainda é ver o tema em destaque na capa de um portal.
Chris Cornell - Soundgarden + Rage Against The Machine - Zack de la Rocha = Audioslave.

Do caralho.

9 de jan de 2003

Enquanto isso, na mesa do bar...

- O sistema financeiro nunca enriqueceu tanto quanto nesses últimos anos.
- Entenda: puta e agiota são as duas profissões mais antigas do mundo.

8 de jan de 2003

Sabe o que acontece quando você junta o logo mais feio do mundo, com uma das piores bandas do mundo e uma das capas de disco mais feias do planeta?

Você fica rico. Faturando milhões.
E em tempos de pré-guerra, um refresco: as várias estórias sobre a história do símbolo "paz e amor".

A que eu mais gostei foi a das bandeirinhas, apesar de achar a menos provável.

7 de jan de 2003

Gustavo Malheiros e Carlos Eduardo Novaes tiveram a idéia genial de fazer um livro sobre os anônimos famosos do Rio. O lançamento será amanhã no Travessão de Ipanema.

A dica foi da Helô, que lembra que se o sorridente Pelé, cujo "escritório" é situado no melhor ponto da Vieira Souto, não estiver no livro, é marmelada.

Update: Hiro e Tiago mandam avisar que há algo de estranho nessa estória, visto que ano passado foram ao mesmo lançamento, na mesma livraria. Já não entendo mais nada.
Malandro é malandro e mané é mané, no Brasil, na França e em qualquer lugar.
E o advento do jabá nas FMs se tornou algo tão patético, que hoje em dia é mais fácil tocar na TV que ouvir sua música nas rádios.

Ê Brasil.
FEBEANET, o Festival de Besteiras que Assola a Internet.

6 de jan de 2003

Bivitelinos: Renato Gaúcho e Sérgio Mallandro.
Aliás, o Arnaldo Antunes dançando não lembra um boneco Zé Pereira?
Aí você se dá conta de que as emissoras cedem um espaço caro, em horário nobre, pra esse tipo de gente.

Aí você se pega pensando nessas coisas.

E é aí que você se lembra o quão burro está sendo.
Aí você liga a TV e ve o KLB "tocando" (vulgo playbackão) um medley do Michael Jackson

Aí você ve o rapaz de óculos pegar uma guitarra de acrílico e mimicar o lendário solo do Eddie Van Halen.

Aí você pega uma arma e se mata, e ninguém entende o porque.

Arquivo do blog