Chacundum é um blog em dolby-stérico de Cláudio Reston, designer-músico e sócio da Visorama Diversões Eletrônicas.

21 de dez de 2002

Diz o dito popular: uma escola a mais, uma cadeia a menos.
E vou parar de pensar nesse assunto, antes que bata a vontade de largar tudo e me isolar do mundo numa plantação de maconha em Mauá.
Triste não é o Gil como ministro da cultura.

Triste é saber que antes o cargo fora recusado por alguns partidos, por se tratar de um ministério "de pouca relevância". Como se cultura fosse algo raso, sem importância para o desenvolvimento de uma nação.

Será que eu fui o único a ficar chocado com isso?

É bom ressaltar que a maior e mais poderosa influência que os Estados Unidos exercem sobre o mundo é, acima de tudo, a cultural.

Tente passar um único dia sem usar uma expressão em inglês, sem ouvir uma música americana, sem assistir um filme dublado, ou sem ler um display (pronto, já dancei) com palavras americanas, pra ver se consegue. Te digo: é humanamente impossível. No que ligar seu DVD player, acessar seus emails, ou que adentrar um shopping, vai dar com a língua (com trocadilho) nos dentes.

Cultura nesse país sempre foi tratada como merda, dentro e fora da política. Isso sim é preocupante. Muito mais que o Gil como bobo da corte no ministério.
I want my planet back!
Arrisco-me a dizer que os Chemical Brothers jamais farão outro disco do nível do Brothers Gonna Work It Out. É um daqueles CDs que vez por outra eu pego pra ouvir, e mesmo conhecendo-o de cabo a rabo, sempre aparece um novo detalhe. Uma verdadeira aula de mixagem e de produção de música eletrônica.

Os timbres, as levadas de bateria, as transições, os slides de baixo e os scratches são justapostos de forma tão magistral, que chega a ser difícil assimilar de primeira. Só ouvindo muitas vezes pra entender porque os caras são tão respeitados.

Foram muito felizes dessa vez. Fodão.

20 de dez de 2002

"Clique para saber maiores detalhes", dizia o link na página do Motumbo.
Reitero: eu ODEIO operadores de telemarketing.

Itaú, pare de me telefonar. Mas que coisa irritante.
E se liga que hoje tem Favela Chic no 00. Dérreal de entrada e vinte de consumação.

O som é classe e o lugar idem.
Tô ficando bem bolado.

Primeiro, a cada 10 emails que eu recebo, 8 são spams. Por conta disso, tá faltando pouco pra eu cancelar a minha conta do Centroin, que eu uso desde 95.

Depois, algum desgraçado me cadastrou no Informativo da Boléia - o lado bom do caminhão e da estrada. Gostaria muito de saber quem é que acha que eu me interesso por caminhões, carretas, postos, motores a diesel, condições das estradas e afins.

E agora, acabo de receber um email do Como Lidar com Pessoas Difíceis - curso intensivo com duas fitas de vídeo (não coloco o link aqui porque tenho medo do spam contaminar esse email também). Acho que vou indicar pras pessoas que lidam comigo. ;)

Só uma coisa a dizer: \m/

19 de dez de 2002

"O trabalho engrandece o homem", dizia Motumbo ao receber seu primeiro salário.
"Você não sabe da maior", dizia Motumbo, segundos antes de revelar a grande surpresa.
E um amigo meu, que comprou um poodle toy... que cresceu (!!!)

Jerry Seinfeld, morra de inveja.
Aliás, pássaros são bichos maneiros. Eles estão por toda parte, cantam, tem um jeitão esquisito de se mexer, ignoram a nossa existência, não incomodam ninguém e - o melhor de tudo - voam.

Acho que na próxima encarnação quero ser um deles.
Mas é sério, era um tamanduá de verdade. Maneiríssimo.
Um Dia na Chácara Elesbão e Haroldinho.

Pousou um tucano em frente à salinha. Muito lindo. Bico negro, peitoral amarelão e vermelho, enorme. Ficou ali paradinho numa árvore, comendo frutinhas e curtindo uma sombrinha. Muito maneiro.

E minha câmera estava em casa, não pude registrar esse momento. >:

Outros seres bizarros já avistados nas redondezas: um gambá (que toda noite sai para caminhar pelos fios de alta tensão), vários miquinhos, um louva-deus, um mega sapo e um tamanduá, além de dois designers.

Ainda tô pra descobrir quem é o dono de zoológico que mora por aqui.
Estamos criando um anúncio de supermercado fake, para ser inserido num comercial da campanha contra a fome. Pediram-nos para fazer aquela linha bem povão, próximo aos que a gente assiste na TV, com degradês e splashes. Podreira total.

Após o envio dos leiautes, o veredito: "Recebemos o material. Ficou ótimo, tá horroroso. Aprovadíssimo."

Então tá, né...

18 de dez de 2002

"Ainda somos os mesmos e vivemos como nossos pais", cantarolava o presidente americano.
Pequeno Dicionário Donamariês - Português.

Expressado - estressado
Xiróqui - cirrose
Forno microonze - forno de microondas
Musga - música
Bulinho de café - copinho de café
Cruzados / cruzeiros - Reais
Camisa de meia - camiseta branca
Rabicho - Habibs
Graudi - Cláudio
Ricardi - Ricardo
Rigraudi - Cláudio
Donizeti - Dona Nizete
Violão - violão, guitarra, baixo, cavaquinho, bandolim, violoncelo, cítara, etc.
Mortandela - presunto, chester, mortadela, salame, etc.
Haburgo - hamburger
Xisburgo - cheeseburger
Vêti - sorvete
Chicolati - chocolate
Vêti chicolati - sorvete de chocolate
Deferente - diferente
Pítici - pizza
Frizo - freezer
Radim que não quer falar - rádio sem pilha
Oimbu - ônibus.

Depois tem mais.
Não existe som mais bacana que o tilintar das cordas recém trocadas de um Jazz Bass.

Tenho que me lembrar de fazer isso mais vezes.
Ainda não sabe o que dar de presente de Natal? Ou não vai dar nada pra ninguém, mas tá afim de se presentear? Então fique chique e dê uma força pros nossos designers. Dê um pulinho lá na Karacol!

17 de dez de 2002

16 de dez de 2002

Ando tendo sonhos altamente cinematográficos, hollywoodianos, com direção de câmera, fotografia, pós-produção e roteiros com início, meio e fim. Semana passada foram duas noites seguidas. É incrível, acordo com a sensação de que acabei de sair do cinema.

Preciso perder a preguiça e começar a anota-los. Podem gerar bons frutos.


Outras fotos sensacionais do show você encontra no site do André Arruda, fotógrafo da melhor qualidade, baixista e guru espiritual não declarado. ;D
E Boneca manda a excelente dica: Wordplay, a arte de brincar com a palavra escrita. Du mal.

15 de dez de 2002

I want my planet back!
Rapaz, e não é que o Marcos chamou a galera na xinxa ?

Extremismos a parte, seu discurso é muito bacana. No DVD Battle of Mexico City, do Rage Against The Machine, tem uma entrevista fantástica com o cara. Recomendo.
Pela vontade do povo brasileiro, expressa nas urnas em 27 de outubro de 2002, Luiz Inácio Lula da Silva foi eleito presidente da República. Em testemunho deste fato, a Justiça Eleitoral expediu-lhe o presente diploma que o habilita a investidura no cargo perante o Congresso Nacional em 1 de janeiro de 2003, nos termos da Constituição.



E quem não se comove com essa cena, bom sujeito não é.

Achei foda.

Arquivo do blog