Chacundum é um blog em dolby-stérico de Cláudio Reston, designer-músico e sócio da Visorama Diversões Eletrônicas.

15 de dez de 2001

Estou fechado para balança.
Aliás, você já amou de forma incondicional, desproporcional e realmente, egoísticamente generosa?

Deveria.
Chegou o tão esperado dia.

Carol Santos, Designer de Cristo e irmã não documentada já dizia: bom mesmo é o amor - é isso o que eu quero, senhoras e senhores!

14 de dez de 2001

Ez, correção: apressado come cú.
E por falar em vídeo digital, domingo é o último dia de votação da mostra Brasil Digital. Dê um pulinho lá e aproveite para assistir os curtas. E viva a produção nacional.
Começou ontem o Resfest, edição Brasil. Hoje, as 21h, vai rolar o longa de animação Blood - The Last Vampire e as 23h tem clipes brasileiros de música eletrônica, com Live P.A. do AD. Alguém se habilita?
Ela começou roubando bala 7 Belo nas Lojas Americanas...

13 de dez de 2001

Agora só falta um dia!
Bad Boy virou sinônimo de retardado? Ah tá, então tudo bem, sempre achei o Alexandre Frota mó bad boy.
Aliás, Jampa me corrige: os membros do Pat Metheny Group nasceram uns para os outros.
O que faz um simples mortal passar para a categoria de mestre, é quando ele compoe uma obra prima como First Circle.

Chega a ser infantil traçar algum comentário sobre algo maravilhosamente, deslumbrantemente e irritantemente perfeito. Sua forma, linha melódica, harmonia, dinâmica e execução se encaixam de maneira tão irretocável, que faz parecer que os membros do Pat Metheny Group nasceram uns para os outros. Lyle Mays, braço direito de Pat, coroa a obra com um dos solos de piano mais lindos que já ouvi em toda minha vida. Coisa de gênio mesmo.

As pessoas não precisam de banho de descarrego, olho grego, folha de arruda, cristais - não senhor, nada disso! Basta uma dose de First Circle uma vezinha por dia, de manhã ou à noite. Espanta mau-olhado, alivia a mente, purifica a alma e torna a vida mais saudável.
Receber uma citação no blog desse nobre amigo é algo que envaidece.
Faltam só dois dias!
Louvado seja Stevie Wonder.
Louvados sejam o violino de Stéphane Grapelli, os teclados de Lyle Mays e a guitarra de Pat Metheny.

12 de dez de 2001

Louvados sejam os Hammonds e aqueles que os tocam.
Não simpatizo com o Gerald Thomas, não mesmo. Que ele tem uma postura arrogante em suas colocações, isso não é novidade nenhuma. Mas a gota d'água pra mim foi quando o JB publicou um artigo (com destaque na primeira página e tudo mais) no qual Gerald descascava o poeta Chacal, usando frases do tipo 'guarde seu recalque para você', devido a uns lances que ele havia dito a respeito dos Estados Unidos na época dos atentados. Não concordo com as colocações de Chacal, mas a atitude de Gerald me enojou. Ir aos jornais no intuito de esculhambar alguém publicamente, repleto de ofensas de cunho pessoal, jamais será coisa de sujeito homem. Soa, no mínimo, como abuso de poder.

Mas Geraldisses a parte, ao ler o Caderno B de hoje dei de cara com esse texto, do próprio. E tenho que dar o braço a torcer. Gerald nesse ponto está coberto de razão. É isso aí mesmo, sem tirar nem por. Muito me entristece ver o meu Rio nessas condições. Eu lia um parágrafo e pensava 'pior que não é só isso, ainda tem mais isso' e logo no parágrafo seguinte ele citava exatamente o que eu havia pensado. Vale a leitura.

Como diria um camarada meu, 'o Rio está virando a maior academia do mundo'. E pode ter certeza, não é a Brasileira de Letras que ele se referia.
Cinco coisas que alteram profundamente meu estado de humor:

1. Motorista de táxi;
2. Motorista de ônibus;
3. Mulher no volante;
4. Homem no volante;
5. Dirigir.
Tô pra ver reação mais idiota e monga que a das pessoas quando descobrem que cairam numa pegadinha do Candid Camera.

Aliás, tô pra ver apresentadores mais idiotas e mongos que os do Candid Camera.

Aliás, tô pra ver programa mais idiota e mongo que o Candid Camera.

Aliás, existe sim: Saturday Night Live.

11 de dez de 2001

Dica da amiga Sandra: anúncio de lubrificante íntimo francês.



Alguém sabe a graça do Joselito que criou essa pérola?
Um leitor deste humilde dublê de designer que vos escreve, encontrou a letra de Mormaço e fez a gentileza de mandar pra cá. Olha que coisa sensacional:

---

Mormaço (João Roberto Kelly)

Você chegou
Na minha vida lentamente
Você foi paz
Você foi gente
Me fez feliz
Me fez contente
Você me deu
O seu sorriso todo branco de paz
E muito mais
Me deu ternura e até prazer
De viver
E agora, sem você eu nada faço
Seu amor foi o mormaço
Que me queimou, sem querer
Não vá embora, nunca mais
Não quero acordar deste sonho
Bonito, de paz.

---

É tão cafona que chega a ser genial. Uma salva palmas para João Roberto Kelly!

Brigadão, Will. Outra dica preciosa que ele passou foi o site Músicas Antigas, onde encontrou a letra de Mormaço. O sujeito se deu o trabalho de digitar mais de 1.600 letras de músicas. Para os saudosistas é um prato cheio.
Léo Caldi dá a dica: cartazes da Festa da Música da França.

10 de dez de 2001

Cumpra seu dever cívico.
Domi furona. Restou-me Ez e Murrisse.

Em tempo: seu comparsa Cusmar, também companheiro dos tempos de Gaza, bloga imagens de prima, odeia comida a quilo e curte um chacundum.

9 de dez de 2001

Foi quase. Mas tá beleza.

Agora que se foda. Sou azulão até o fim.
Assistindo MTV num sabado a noite:

. O clipe Zambação do Funk Como Le Gusta é um dos mais legais, criativos e baratos (no bom sentido) que eu já vi. Os caras tiveram a felicidade de encontrar num antiquário, rolos de Super 8 com umas imagens sensacionais - uma espécie de filme policial classe C que alguém provavelmente nunca levou adiante. A música é duca, a edição é cheia de detalhes e o resultado é primoroso.

. Muito bom o 'clipe-documentário' do Clube do Balanço. Todo feito em DV, simples e de bom gosto. É muito bom saber que as pessoas estão adotando formatos alternativos como forma de baratear a produção, preservando um bom padrão de qualidade e não ficando restritas apenas ao 16mm.

. No clipe Manual Prático para Bailes, Festas e Afins do Ed Motta, dentro daquele clima nostálgico aparece de relance o saudoso luminoso da Mesbla, que ficava ali no Passeio Público, no Rio de Janeiro. Apenas um detalhe da bela direção de fotografia de Breno Silveira.

. Não há quem me convença de que o clipe All Around the World do Oasis não seja uma homenagem ao Yellow Submarine. E ainda têm a coragem de vir com essa ladainha de que não curtem Beatles. Dá um tempo...

. Aerosmith é a banda mais brega de todos os tempos. Perde feio pra Bon Jovi.

. Curto pacas o som do Otto, mas esse rapaz tem problemas.

Arquivo do blog