Chacundum é um blog em dolby-stérico de Cláudio Reston, designer-músico e sócio da Visorama Diversões Eletrônicas.

7 de dez de 2001

E por falar em samba, por onde anda João Roberto Kelly?

Lembro até hoje de seu programa 'Gente do Rio', transmitido pela TV Corcovado. Era genial. Entre um bloco e outro, o compositor - uma figuraça, parecia estar sempre bêbado -, autor de músicas como 'Cabeleira do Zezé' e 'Mulata Bossa Nova', dedilhava seu Fender Rhodes enquanto cantarolava clássicos do carnaval carioca (ou como ele próprio chamava, 'os grandes hits carnavalescos').

O mais sensacional era quando ele - lá pela 15a. dose, acredito eu - perdia toda sua inibição e lascava um trechinho de 'Mormaço', de sua autoria. Essa música deveria ser colocada num altar do samba, num hall of fame da poesia brasileira. Não me lembro exatamente da letra, mas o finalzinho do refrão nunca me escapou da memória: 'nosso amor foi um mormaço, que me queimou sem querer'.

Não é genial?

Pelo amor de Deus, se alguém tiver alguma gravação ou souber a letra dessa música na íntegra, manda pra cá.

Nenhum comentário:

Arquivo do blog